Ferramentas digitais – VoiceThread no ensino

Duração: 30

Acreditação: 1.2

Local: Escola Básica e Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva

Calendarização: 17 e 24 de novembro de 2018 (sábados), e 1 de dezembro de 2018 (sábado), das 9 às 14 horas.

Destinatários: Professores dos grupos 120, 200, 210, 220, 300, 320, 330, 340, 350, 400, 420 e 600.

Informações: 15 horas presenciais e 15 horas de trabalho autónomo. É necessário levar computador portátil com acesso wireless. Formação gratuita para sócios; não-sócios - € 35 (a liquidar após a seleção dos formandos).

Inscrições até: 2018-11-10

Objetivos:

  • Avaliar e selecionar conteúdos e ferramentas digitais;
  • Refletir sobre as práticas de ensino/aprendizagem e a importância da avaliação formativa;
  • Facilitar a partilha e a disponibilização de recursos digitais;
  • Fomentar o trabalho colaborativo;
  • Integrar as TIC, utilizando pedagogias ativas no ensino/aprendizagem.
  • Aplicar novas metodologias de ensino-aprendizagem.
  • Utilizar o VoiceThread como ferramenta digital que potencia o papel dos alunos no processo de ensino-aprendizagem.

Conteúdos:

SESSÕES PRESENCIAIS
1 – Acolhimento e Contextualização
- Apresentação de objetivos/metodologias e processos de avaliação da oficina de formação.
- Indicações para o trabalho de implementação de atividades do VoiceThread em contexto de trabalho.

2 – Teorias, modelos e abordagens de ensino-aprendizagem
- Instrucionimo ou ensino tradicional;
- Constructivismo e constructivismo social;
- Conectivismo;
- Aprendizagem colaborativa

3 – Potencial Educativo do VoiceThread
- O que é o VoiceThread? Para que serve?;
- Como funciona o VoiceThread?;
- O VoiceThread como ferramenta colaborativa da Web 2.0;
- Perspetiva didática do uso do VoiceThread;
- Exemplos de atividades com o VoiceThread no ensino em vários domínios.

4 – Planificação de uma atividade (aula ou sequência de aulas) com o VoiceThread
- Delimitação da área temática;
- Objetivos de aprendizagem da atividade com recursos ao VoiceThread em função da temática escolhida;
- Estruturação da atividade;
- O que dizer aos alunos? Como comunicar o que se pretende com a atividade mediada pelo VoiceThread?

5- Utilização da aplicação VoiceThread
- Criação de atividade previamente planificada com o VoiceThread - https://voicethread.com/ ;
- Painel de controlo;
- Configurações iniciais;
- Menus de navegação;
- Administração do espaço: criar e editar páginas, edição e inserção de arquivos (texto, imagens, vídeos, etc.);
- Atividades de oralidade e conversação sobre determinada matéria;
- Inserção de hiperligações;
- Adição de vários usuários;
- Partilha dos documentos criados.

TRABALHO AUTÓNOMO

Nesta fase, os formandos tem de aperfeiçoar a estrutura da atividade baseada no VoiceThread começada nas sessões presenciais e aplicá-la em sala de aula e/ou em contexto educativo com os alunos.

SESSÃO PRESENCIAL
Sessão de controlo
Nesta sessão, formador e formandos discutem a aplicação da aplicação VoiceThread em contexto educativo até ao momento, os problemas, dificuldades e sucessos obtidos. Troca-se ideias e fornece-se sugestões.

TRABALHO AUTÓNOMO

Nesta etapa, os formandos continuam a aplicar a atividade mediada pelo VoiceThread com os seus alunos.

SESSÃO PRESENCIAL

Sessão de finaL
- Considerações finais sobre os trabalhos realizados.
- Visualização breve dos trabalhos implementadas.
- Avaliação.